Tintin, meu desenho animado favorito

Quem me conhece que sou fã assumida do Tintin, famoso desenho em quadrinhos criado pelo escritor belga Georges Remi. Seu autor ficou mais conhecido como Hergé, um trocadilho com as inicias de seu nome (“RG”).

hergé

Foto retirada daqui.

Tintin é um jovem repórter, muito curioso e sempre envolvido em investigações criminosas, acompanhado de seu fiel cachorro, Milou, um simpático (e muito fofo!) fox terrier. Há também outros personagens inesquecíveis, como o Capitão Haddock, o Professor Girassol, os gêmeos trapalhões Dupont e Dupond, entre tantos outros.

tintin-grpFoto retirada daqui.

Lembro que só fui conhecer suas aventuras pela televisão. Assisti pela primeira vez no Cartoon Network, e logo adorei! Cheguei inclusive a gravar uma maratona que o canal exibiu, com todos os episódios seguidos, um atrás do outro. Um dos motivos principais que me fez gostar do desenho foi o fato de Tintin viajar muito. Em cada episódio ele estava em um lugar diferente, sempre envolvido com a cultura local. Hergé soube expor fatos históricos de maneira lúdica, sem que isso ficasse exagerado demais. Soube também caracterizar fatos geográficos com uma precisão invejável. De certa maneira, aprendi muito de História com as aventuras dele. Ainda hoje assisto alguns episódios na HBO Family, e não tenho vergonha em assumir isso! Tenho várias coisas dele espalhadas pelo quarto – uma estátua, chaveiros, livros, canetas, relógios, e por aí vai. Até baixei a música de abertura do seriado!

tintin01Foto retirada daqui.

Vale lembrar que os episódios são recentes. Originalmente, a saga das aventuras do jovem repórter foi escrita em uma série de livros, em história em quadrinhos. Foi lançado recentemente aqui no Brasil o último livro da série, “Tintin e a alfa-arte“, infelizmente inacabado.

Qual não foi a minha surpresa quando li uma reportagem na revista Época sobre um museu dedicado somente à vida de Hergé, mais especificamente às aventuras do Tintin. Fiquei mais radiante ainda pois estava indo viajar para a Europa, e obviamente não deixaria de visitar o Musée Hergé.

Recomendo a visita, claro, mas não porque sou fã do desenho. O museu é lindo, tanto por dentro quanto por fora, e o acervo é imenso! Tem também uma lojinha ótima com produtos do Tintin (todos os 24 livros em diversos idiomas, camisetas, itens de papelaria, miniatura dos personagens, e mais uma infinidade de coisas) e um restaurante (não cheguei a ir, pois fui num domingo e a cozinha já estava fechada).

Para ir até lá é bem tranquilo. O museu está numa cidade vizinha de Bruxelas, a universitária Louvain-la-Neuve. Fica a mais ou menos 30 km da capital belga, e as passagens de trem são baratíssimas! Meu pai, minha tia e eu pagamos cerca de 16 euros nas passgens, ida e volta! Chegando lá foi só seguir as diversas placas vermelhas espalhadas pela cidade, e tcharam:

museu_hergé

Foto: arquivo pessoal

Anúncios

2 comentários a “Tintin, meu desenho animado favorito

  1. Sorte tenho eu que ganhei o box completo com 9 DVD’s, me fale qual desenho é melhor que esse que eu dou 1 conto, bem que poderiam filma-lo com atores reais, pelo que eu andei lendo apenas faram uma animação mais moderna, eu acho que isso vai tirar o brilho do desenho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s