Hoje é dia de cinema!

Hoje finalmente pude assistir um filme no Festival do Rio.  Todo ano a história se repete, mil e um filmes que quero ver, horários malucos, lugares distintos, pouco tempo, e nos últimos três anos, faculdade. Minha semana se provas sempre cai no meio do Festival, e muitas vezes deixo meu lado nerd em primeiro lugar. Quem estuda Relações Internacionais sabe que no curso tem MUITA coisa pra ler, mas muita mesmo. Não que isso seja chato, pelo contrário (ok, admito que sim, às vezes é chato). Nem com o adiamento das aulas por causa da Gripe A eu tive sorte esse ano! Mas tudo bem, acho que já me conformei. Bons tempos em que minha única preocupação era passar de ano… aí sim sobrava tempo de sobra pra assistir aos filmes que queria.

Meu caso de amor com o Festival, assim por dizer, começou quando eu era nova, tinha uns 13 anos. Carreguei meu pai pra ver A princesa e o guerreiro, filme alemão do Tom Tykwer com a Franka Potente (a mesma que fez outro ótimo filme dele, “Corra, Lola, corra”). Isso foi em 2001. Desde então vou todo ano, nem que seja pra ver um filminho só. Afinal, não tem nada melhor que ir ao cinema, né?

Hoje então fui ver um dos filmes que estava esperando ansiosamente, “Nova York, eu te amo”. Faz parte da série “Cities of love”, do produtor francês Emmannuel Benbihy, que já realizou o ótimo e lindo “Paris, eu te amo”, e que, segundo informações que li pela interenet e na Folha de São Paulo, em breve contará com o Rio como a próxima cidade a participar. O projeto consiste de pequenos curta-metragens de cerca de cinco minutos cada sobre um mesmo tema: o amor, é lógico.

new york movie

Foto: reprodução

Particularmente, achei o irmão francês do filme muito melhor, além de mais charmoso – Paris é sempre Paris. Fora que conta com um número maior de diretores que em “Nova York…”. Mesmo assim, gostei do filme de hoje. Tem boas histórias, algumas até bem engraçadas e outras emocionantes. Achei o segmento dirigido pela Natalie Portman muito fofo, um dos melhores! Valeu a pena ter assistido, até porque o filme só deve entrar em cartaz em circuito nacional no final de novembro. Isso se chegar aqui até lá, porque “Paris…” foi exibida no Festival em 2007, mas só chegou aos cinemas em maio de 2008. Tempo de espera longo demais pra cinéfilos assumidos como eu!

No site oficial do Festival tem a grade horária de exibição do filme. Vale a pena conferir!

O trailer está aqui (e com direito à “1901”, do Phoenix na trilha sonora – apesar de não tocar durante o filme):

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s