Em defesa dos vampiros

Ontem fui assistir (de novo!) “Lua nova”, só que dessa vez com o namorado. Não vou entrar muito no mérito da história do filme, afinal já temos blogs e sites especializados em cinema aí pra isso.

Mas confesso que gostei do filme. Demorei muito para assistir o primeiro filme da saga, “Crepúsculo”, pois não conseguia entender o motivo de tamanha euforia e afetação por causa de um vampiro pálido e esquálido. Torcia o nariz, como meus pais dizem. Mas depois de assistir mudei de opinião. Em termos de qualidade, achei o primeiro filme ruim, esperava algo mais. É bem bobinho, água-com-açúcar. Feito sob medida para pré-adolescentes. Mas mesmo assim gostei, é o tipo de filme pipoca que diverte, passa o tempo. Por isso decidi assistir o segundo filme da saga. Além da história mudar completamente, outros personagens aparecem e ganham destaque. A história bobinha de amor (im)possível entre um vampiro e uma humana fica para segundo plano e outras questões surgem.

O que me deixa intrigada e, de certa forma, irritada, são as pessoas que falam que odeiam o filme e toda a história dos quatro livros. Sem nunca ter lido o livro ou mesmo visto o filme! Sei que tem muita gente que diz isso só porque é “modinha” e faz questão de aparentar ser intelectual e coisa do tipo. Não entendo isso… como se todos fossem eruditos desde bebê. Se tem uma coisa que aprendi com meus pais é que não podemos julgar algo sem ter experimentado antes. Foi assim com Harry Potter e outras modices, por que não com os vampiros agora? Qual o problema em ver um filme do tipo e de fato se divertir? Ou ler o livro e passar o tempo com uma cultura inútil? Melhor que assistir um filme de 3 horas e não entender nada, ou mesmo ler um livro de algum escritor famoso só para poder dizer que “já leu e adorou, que achou uma obra-prima” e passar por culto.

Anúncios

1 comentário a “Em defesa dos vampiros

  1. Filme de 3h tipo “Império dos sonhos”?! hahahahahaha.. o pior de toda a minha vida!!! =)

    Apesar de a saga de Crepúsculo acabar com todos os preceitos vampirísticos – since ever! – gostei dos filmes! Dou meu braço a torcer! :)
    Mas eu ainda prefiro qdo os vampiros derretem no sol, têm problemas com alho, crucifixos e estacas de madeira, e não são “herbívoros”! :P

    =****

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s